*CONTÉM SPOILER*

______________________________________


Oi galera, hoje venho trazer mais um post de resenha que cumpre o Desafio Literário de 2014 :)
O item de hoje é o 4: Um livro com Adaptação para Filme 
E eu escolhi Harry e Potter e a Câmara Secreta.


Nome Original: Harry Potter and the Chamber of Secrets 
Editora: Rocco
Autor: J. K. Rowling
Gênero: Ficção - Infanto/Juvenil
Páginas: 288
Classificação: adadadadad

Skoob | Submarino | Goodreads


Harry Potter e a Câmara SecretaÉ pura magia! Aranhas gigantes, cobras que matam só com o olhar, varinhas mágicas com defeito... Muitas histórias contribuem para que o leitor se encante com Harry Potter e a câmara secreta, onde ele vai reencontrar todos os pequenos heróis e amigos do livro anterior. Mas isto não será para sempre. J. K. Rowling, a autora da saga de Harry Potter, já avisou que até o sétimo livro da série, que promete ser o último, alguns personagens do bem vão morrer.
A trama de Harry Potter e a câmara secreta começa com o pequeno feiticeiro passando as férias na casa de seus tios trouxas (não-bruxos) e sendo, como sempre, muito maltratado. Seu aniversário de 12 anos é o pior de todos: ninguém o cumprimenta, não ganha nenhum presente, nada. O garoto, órfão de pai e mãe, chega a cantar Parabéns pra você baixinho como se quisesse, ele próprio, provar que está vivo. Para piorar, os tios o prendem num quarto cercado de grades com direito a apenas uma refeição por dia — que ele divide com sua coruja, igualmente encarcerada numa gaiola.
De repente, aparece um carro voador com amigos feiticeiros que livram Harry Potter dessa amargura. Essa é apenas a primeira cena em que Joanne brinca com situações-limite. Todo o livro é permeado de quase-desgraças e é, por isso mesmo, quase impossível parar de ler. A empreitada, dessa vez, consiste em localizar uma câmara secreta e liquidar o monstro que está atacando estudantes do colégio Hogwarts, no qual os pequenos feiticeiros estudam magia e se divertem aprendendo, por exemplo, a transformar as plantas usando adubo de dragão.
Para Harry, garoto sem família e rejeitado pelos tios, Hogwarts é tudo. Portanto, quando colegas, e até professores, começam a desconfiar que ele tem alguma participação nas tragédias que estão acontecendo no colégio, a situação fica mais complicada. Até Hermione, amiga querida de Potter, é atacada pelo monstro e se transforma numa estátua. Só resta ao nosso herói tentar resolver o mistério por conta própria. Mais uma vez, ele enfrenta o terrível bruxo das trevas e... O final é surpreendente e muito divertido.

 A sinopse pelo skoob já é algo super empolgante e eu devo dizer que esse livro é surpreendente, estou amando ainda mais a saga Harry Potter agora que estou conhecendo os livros e com certeza vou querer todos os livros pra mim.
O segundo livro da série é surpreendente, cheio de acusações e mistérios, um livro tenso onde todo momento acontece algo preocupante, mas tudo tem ligação.
É incrível pensar em como a autora pensou em toda a história pra poder escrever o primeiro livro, em como você entende coisas do primeiro lendo o segundo.
Nesse livro o equilíbrio de humor e tensão é surpreendente, e a forma em como o trio de Harry, Rony e Hermione estão unidos é mais interessante ainda, sem contar a incrível bondade expressa nos personagens, por mais simples que seja como no pequeno elfo livro o Dobby :)
O engraçado é como sempre aparece algum professor maluco por Hogwarts em cada ano. E devo dizer em questão de alguns personagens, eu simplesmente consegui detestar ainda mais o Draco nesse livro e sim, não gostei nada do novo professor maluco, achei ele até um tanto desnecessário na história.
Existem outras coisas das quais eu quero comentar, mas vou deixar para o Post que vou falar do filme
Enfim, ainda assim achei incrível todo o ensinamento por trás da história, como uma frase que me deixou impressionada vinda de Arthur Weasley.


 Nunca  confie em nada que é capaz de pensar se você não pode ver onde fica o seu cérebro.
Achei  incrível o que ele falou para filha na cena em que ela volta da câmara secreta, até porque acho esse personagem um homem muito sábio e amante da família, um tipico exemplo de pai heroico.
E falando em pais, todos sabem e devem concordar comigo que o Dumbleodore é um paizão pra muitos na escola e no fim do livro quando ele está falando com Harry também existe uma frase bem marcante:

São as nossas escolhas, Harry, que revelam o que realmente somos, muito mais do que as nossas qualidades.
Isso porque o garoto questiona o fato de ter as mesma habilidades do que o lorde das trevas.
Outro detalhe que achei interessante, é como é retratada a inteligência, de tal que sabia que voltaria e de alguma forma seria grande e temido por muito tempo e se preservou em um diário, simplesmente incrível.
Amei tanto quanto o primeiro, é difícil dizer de qual gostei mais, ainda  não tenho um preferido da saga, a única coisa que posso dizer até agora é que a J.K. é simplesmente demais.
E vocês? O que acharam do livro? 
Não leu? Pretende ler? Me contem tudo pessoal. 
Até a próxima e não esqueçam que ainda da tempo de participar do Desafio Literário de 2014 :)


Um Comentário

  1. Harry Potter! *-*

    Eu li esse livro muito tempo depois de assistir o filme no cinema, quando então tinha 10 anos. A emoção e a empolgação foram tão grandes quanto, ou maior, já que o livro dá muitos outros detalhes!

    É minha saga preferida!

    Bjos

    http://entrereaiseutopias.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir