Autora: Clarice Freire
Editora: INTRINSECA
Páginas: 192

Ano: 2014 
Preço: 34,90 (Livrarias Curitiba) 
Classificação: adadadadad 
Sinopse: Em 2011, discretamente, a publicitária Clarice Freire criou no Facebook uma página para reunir seus escritos e desenhos. Batizou-a como 'Pó de Lua', sua receita infalível 'para tirar a gravidade das coisas'. Desde então, ela vem conquistando uma legião de fãs fiéis e engajados, que se encantaram com a delicadeza de seus pensamentos, seu humor sutil e o traço despretensioso, que combina desenho e até fragmentos de palavras. Da internet para as páginas de um livro, foi mais um salto para a jovem autora recifense. Ela surpreende seus admiradores com uma proposta diferente. Pó de lua, o livro, tem o formato de um dos cadernos moleskine em que Clarice exercita sua criatividade. Inspirada pelas quatro fases da lua - minguante, nova, crescente e cheia - ela trata em frases concisas e certeiras de sentimentos como a saudade, o medo, a paixão e a alegria, sempre em sua caligrafia característica, ilustradas com muitos desenhos.

    Ontem, em um passeio no shopping com a minha mãe, avistei esse livro e não pude deixar de comprar. Trata-se de uma obra extremamente reflexiva. Por ter seu design moleskine, o livro trás além de um design adorável - recheado de ilustrações - diversos jogos de palavras, refletindo assim a personalidade da autora e eu, diversas vezes me identifiquei com seus pensamentos.
  A obra divide-se nas quatro fases da lua, mas isso não torna nada previsível, muito pelo contrário: a cada página, uma nova surpresa. Como o livro possui versos, frases e poemas, a autora brinca com palavras e ilustrações sobre diversos temas (amor, recomeço, dor) fazendo com o que o leitor reflita sobre sua realidade, propondo que o mesmo diminua a gravidade das coisas.
   Por ser um livro cheio de desenhos, é de uma leitura super rápida, porém me encontrei lendo, relendo e sentindo realmente o poema, então isso faz com que demore um pouquinho para acabar. Analisar a obra de Clarice é uma experiência muito positiva, já que a editora fez um trabalho impecável e é como se eu estivesse com o caderno original, desenhado a mão pela própria autora, quase que com a profundidade da caneta marcando o papel.
    Clarice me surpreendeu muito não só pelo talento com o desenho, mas pela maneira como brinca com as palavras fazendo frases e poemas incríveis, simples e ao mesmo tempo muito reflexivos. 
     E não acaba por aí: outras obras da mesma são encontradas não só na sua página do facebook, mas em um site exclusivo para a postagem de seus escritos.
   Adorei a experiência que esse livro me trouxe, senti que o poema falava de mim por MUITAS vezes e não me arrependo nem um pouquinho de ter comprado. Com certeza vou ler e sentir este livro novamente por vária e várias vezes.
     Leu? Gostou? Não deixe de comentar sua opinião.
     Espero que tenham gostado do post! 
                   Beijinhos e até a próxima <3





Um Comentário

  1. Olha eu sinceramente já vi diversas vezes esse livro na livraria e sempre o folhei dando uma atenção nas coisas que a autora escreveu em seu livro, mas ainda não tive chance de comprar por não ter me despertado mais vontade sabe? Todos falam que é meio infantil, mas a diagramação do livro e tudo que a autora elaborou parece que vai muito além disso e acho que da proxima vez que eu for na livraria irei compra-lo, porque estou bastante curiosa com seus poemas e pensamentos. Espero gostar tanto como você.

    Parabéns pelas fotos do livro e também pela sua resenha que acabou me convencendo a comprar (Risos), porque até então nada viu?! heheheehe

    lovereadmybooks.blogspot.com.br

    ResponderExcluir