5 filmes indie dos últimos 5 anos

1.12.15

Olá todo mundo, 

meu nome é Suelen, essa é a minha 1ª postagem no blog da Very <3 espero que gostem.


O tema que eu escolhi pra começar é nada mais que meu amor maior: filmes. Escolhi  5 filmes que eu gosto bastante de 2010 - 2015, mas que não são clichês desse tipo de lista (ex: 500 dias com ela) - ok, talvez algunsPra quem curte, é uma ótima lista pra acompanhar nas férias e acabar com aqueles momentos de tédio. 


Vamos começar logo porque estou ansiosa.

2010. Flipped (O Primeiro Amor) 
dirigido por Rob Reiner - 90 minutos 


Primeiro queria comentar que este é um dos meus filmes favoritos, ainda não li o livro, mas é lindo de todas as formas. É a história de Juli (Madeline Carrol) e Bryce (Callan McAuliff), eles são vizinhos e se conhecem desde os 7 anos de idade. Ela sempre gostou dele, porém, ele só descobre que sente algo por ela aos 13 anos, e a partir dai eles começam a compartilhar experiências de adolescentes, como o primeiro beijo. 

"Ele era tão tímido, tão bonito e o cabelo dele, cheirava como melancia"
"Como ela pode sentar lá e sorrir e parecer tão bonita?"

Eu garanto a vocês que no momento que começarem a assistir, não vão parar, inclusive no momento que eu terminar este post, vou assistir de novo.

2011. A Arte da Conquista
dirigido por Gavin Wiesen - 83 minutos 


Esse filme eu assisti por acaso na Netflix em um domingo e adorei ter assistido. A história se baseia na vida do jovem George Zinavoy (Freddie Highmore), um garoto que eu me identifico muito, porque para ele deveres de casa ou qualquer outra tarefa é uma grande ilusão, pois, no fim morremos sozinhos, assim como nascemos. Com essa mente amargurada, ele conhece a Sally Howe (Emma Roberts), e começa a fazer novas amizades e descobrir novas sensações, sem saber ao certo o que significam. É um filme cheio de diálogos interessantes que muitos de nós já martelou na mente alguma vez.

"Eu temo a vida"

2012. Moonrise Kingdom
dirigido por Wes Anderson - 94 minutos


Vamos começar dizendo que Wes Anderson fez um obra prima como diretor. A história é sobre o dia em que Suzy (Kara Hayward) e Sam (Jared Gilman) depois de trocarem cartas regularmente desde o dia que se conheceram em uma peça de teatro que Suzy atuava, resolvem fugir por se sentirem deslocados do meio em que vivem. Para reencontrar esse dois fugitivos os pais de Suzy, (Bill Murray e Frances McDormand), o capitão Sharp (Bruce Willis) e o escoteiro-chefe Ward (Edward Norton), fazem todo o possível para descobrir o paradeiro dos pombinhos.

"Eu te amo, mas você não tem ideia sobre o que está falando".

Preciso dizer que prende sua atenção do início ao fim, é definitivamente um clássico indie.


2013. Os Reis do Verão
dirigido por Jordan Vogt-Roberts - 95 minutos


Eu não esperava muito desse longa quando comecei a assistir, mas posso dizer que me admirei com o quanto gostei. Enfim, três garotos vão morar sozinhos na floresta, quando Joe Toy (Nick Robinson) não aguenta mais viver com o seu pai autoritário e seu amigo Patrick Keenan (Gabriel Basso) briga com os pais. Ah, claro quem é o terceiro indivíduo? Um garoto estranho chamado Biaggio (Moises Arias) que seguia eles. Assim, longe dos adultos, começam a ter preocupações com a comida e a casa que vão morar. 

A presença do Moises foi uma das melhores sacadas do elenco, eu ri várias vezes com ele.


2014. Two Night Stand
dirigido por Max Nichols - 85 minutos


Descobri esse filme em um dia aleatório em que procurava a filmografia do Miles Teller, o que foi bom, porque me tirou do tédio naqueles dias de TPM haha

Boa parte do filme se passa no apartamento de Alec (Miles Teller), onde dois estranhos passam uma noite juntos e logo depois se arrependem. Quando Megan (Analeigh Tipton) vai embora brava e arrependida, descobre que uma tempestade de gelo cobriu a cidade e ela é obrigada a ficar. Assim, os dois começam a se conhecer e a descobrir que talvez um possa realmente se sentir atraído pelo outro.

Acreditem, Miles Teller está ótimo nessa comédia romântica, assim como está ótimo em Whiplash (outro que recomendo também).

"Eu acho que as mulheres são mais honestas, na verdade, quando elas estão tentando ferir os sentimentos de alguém"

2015. Eu, Você e a Garota que Vai Morrer 
dirigido por Alfonso Gomez-Rejon - 105 minutos


Quando conheci este maravilhoso filme, sim, eu fiquei apaixonada e corri comprar o livro.
O longa começa com Greg (Thomas Mann) sendo totalmente anônimo no último ano do ensino médio, porém, secretamente fazendo filmes bizarros com seu único amigo Earl (RJ Cyler). Tudo muda quando ele é obrigado por sua mãe a fazer amizade com Rachel (Olivia Cooke), uma garota da escola que que foi diagnosticada com leucemia.


Primeiro de tudo, não é um filme triste de câncer, tem um humor inteligente que me fez rir várias vezes. Segundo, não é um Culpa das Estrelas, mas, eu chorei, vocês talvez chorem, quem sabe. 

"Essa é a história de como eu fiz um filme tão ruim, que literalmente matou alguém".


Ficou muito longo o post? Caso sim, me desculpem <3

Espero que aproveitem. Muito Obrigada. S.

Referências: Indiewire - Filmow








You Might Also Like

0 comentários

Twitter

Google+

Estou Lendo