Livro VS Filme: A CULPA É DAS ESTRELAS

14.6.14



*Desculpem o tempo sem postar, eu realmente tava sem tempo, mas tentei caprichar pra compensar, este post é totalmente de opinião minha então desculpem se não gostarem de algo. Leiam o aviso abaixo.


*ESSE POST CONTÉM SPOILER DO LIVRO E DO FILME "A CULPA É DAS ESTRELAS"*


                           

Oi pessoal o post de hoje é mais do que especial para mim e era algo que eu estava esperando muito para fazer a meses, o post sobre o Livro vs Filme de A Culpa é das Estrelas...

Por primeiro já vou dizer a vocês que não tenho absolutamente como escolher entre o filme ou o livro, dizendo qual é o melhor porque pra mim é uma missão completamente difícil; mas vou dizer pra vocês o que achei da adaptação do famoso livro do  amado Nerd John Green.
Não por eu ser uma fã declarada de A Culpa é das Estrelas que digo o quão bom ficou a adaptação do livro, mas sim por ter analisado bem o livro e o filme, então sem mais delongas eu vou falar separadamente sobre cada tópico relacionado a ambos.


Sobre os Atores e seus Personagens




Ansel Elgort Gente eu simplesmente amei a escolha para o ator que interpretou o Augustus, eu poderia opinar em vários só que eu não sei dizer se ficariam tão bons quanto o Ansel.
O Gus foi apresentado de uma forma muito bacana no filme, sendo engraçado e sempre muito metafórico do seu jeito que lhe acrescentava um charme a mais, de tirar o folego. Acho que ele foi bem fiel ao que o livro mostrava.

Shailene WoodleyA querida Hazel foi super bem interpretada pela linda da Shailene, e cai entre nós que mudança foi essa dela de Divergente para ACEDE meu povo? 
Mas de qualquer forma a garota recebeu um super remake e ficou aparentando bem novinha e muito diferente da Beatrice. Porém acho que conseguiram mostra mesmo a aparência de uma garota doente na nossa Shai. E assim como o Gus do Filme a Hazel na minha opinião também ficou muito parecida com a menina do livro.


Sam Trammell
Laura DernUm ator que eu não poderia deixar de citar é o Sam Trameel que interpretou o pai da Hazel, pois quando eu lia o livro conseguia imaginar um personagem bem mais velho do que o que o Sam representa obviamente, e também que no filme ele pareceu bem pouco mais chorão do que o livro retrata, pois  a Hazel vive comentando que o pai dela chora muito, o tempo todo e em diversas situações e não foi o que o filme passou. Problema nisso? Aposto que não, pois acredito que a mulherada amou o perfil de pai bonitão da Hazel. Embora eu deva dizer que assim como a atriz que representou a mãe da Hazel, a Laura Dern, os dois tiveram uma boa envelhecida no visu, acho que pra dar aquele ar de pais sofridos, que o tempo todo tem que estar de prontidão para a filha doente; porém a mãe da Hazel apareceu bem mais envelhecida, só que não fugiu muito das expectativas que eu tinha dela. 
Nat WolffWillem DafoeOutro personagem que eu simplesmente não poderia deixar de citar porque eu tive um baque ao ver ele, por ser totalmente diferente do que eu tinha em mente, é o Peter Van Houten interpretado pelo ator Willem Dafoe, pois eu esperava um velho bêbado, barrigudo e careca gente, será que só eu imaginava ele assim gente? Mas de qualquer forma ainda assim eu gostei bastante da representação dele.
O Isaac do filme foi simplesmente incrível gente, eu gostei muito do ator Nat Wolff que representou ele, deixando ele com um ar muito bonitão, obviamente superou também minhas expectativas em relação a esse personagem, só senti falta de ver ele com os óculos fundo de garrafa do inicio do livro, mas no mais achei que ele foi incrível como o Isaac era incrível.
Outros personagens que apareceram mais com uma frequência menor foi os pais do Gus, e quando eu estava lendo o livro também não me prendi imaginando como eles eram, e no mais oura personagem que eu tive um visão meio diferente foi a Lidewij que eu imaginava uma moça negra rs. Mas no mais achei que todos os personagens ficaram ótimos.


A Cena Impactante do Livro e do Filme



Quando eu estava lendo o livro a cena que me deu aquele baque, aquela angustia e que eu desabei no choro foi quando a Hazel disse que era uma Granada, pois naquele momento eu entendi o que ela queria passar e no fundo o que ela menos queria era machucar todos a sua volta, mas essa cena que me impactou no livro foi quando ela disse isso para os pais e não para o Gus, isso pouco antes de começar a evitar ele porque tinha vasculhado seu perfil no facebook e notou que ele havia passado por uma dor de perda a não muito tempo e claro que quando ela falou isso pra ele eu já estava um pouco sob controle, mas no filme não deixou de ser uma cena emocionante, porém seguida de um lindo conforto apaixonado do Gus.


Mas a cena que realmente me fez cair no choro e chorar litros no cinema foi quando os três: Augustus, Hazel e Isaac estavam no pré-enterro do Gus, e o Isaac e a Hazel começaram a ler seus elogios fúnebres para ele, tipo simplesmente ouvir todas aquelas palavras não havia com não cair no choro porque foi muito muito  muito emocionante.
                          

Cenas Que Faltaram


Então eu sei que pra todo mundo que leu com certeza faltou alguma ceninha especial do livro que queriam ter visto. Uma das que eu mais ouvi e vi em redes sociais que as pessoas sentiram falta foi a cena da menina no shopping, pedindo para experimentar a cânula da Hazel. Eu particularmente gostaria de ver essa cena, mas desde o princípio quando ela vai ao shopping com sua amiga Karen, pois assim ia tirar um pouco da visão que o filme passou, de que a Hazel não tinha ninguém na vida além dos seus pais antes do Gus e do Isaac, pelo contrário, ela tinha alguns amigos entre eles a Karen com quem ela mais havia mantido contato ainda que distanciado. Mas pra quem não sabe na verdade essa cena da menina querendo  a cânula da Hazel Grace existiu, só que foi adaptada, e nessa mesma cena tinha a aparição do autor do livro John Green, pois invés de estar com a mãe a garotinha estava com o John que provavelmente fazia o papel de seu pai, e ao invés de estarem no shopping a cena tinha sido transferida para o aeroporto quando estavam na viagem, a cena foi excluída do filme por questões de limite do tempo, mas eu realmente queria ter a visto ainda mais depois que eu soube que tinha o John, mas confiram a cena a seguir: 

                           

Além dessa eu gostaria muito de ter visto a cena em que a Hazel vasculha o facebook de Augustus e descobre sobre sua namorada que morreu também de câncer a Caroline e de como ela era parecida com a Hazel, que é a onde a  Hazel descobre que pode estar machucando o Augustus. 
E outro cena que pra mim seria essencial é a cena pós-morte do Gus, quando a Hazel vai na casa do Isaac jogar videogame com ele, e simplesmente aquela cena é linda, pois como eles usam a nova forma de jogar adaptada para o Isaac, ambos vão conversando com o jogo e me marca a parte onde o Isaac diz, "Eu não consigo viver num mundo sem Augustus Waters" e a resposta do jogo é "Não compreendo" e ele diz "Nem eu". 


Adaptações de Cenas


Como todos os filmes, ACEDE também teve diversas cenas que foram adaptadas apara ou ficarem animadas, chamarem mais atenção e afins e eu devo comentar sobre elas.
Foto: /MikaA primeira foi de que no início do filme, a Hazel que foi representada parecia um pouco mais menininha bobinha do que a do livro, acho que até pra começar o filme sendo engraçado. Pois no livro ela se faz de difícil para o Gus, sendo que ele passa seu numero pra ela e fica esperando o retorno, coisa que no filme foi representado um  pouco diferente, pois mostra uma Hazel super ansiosa pra receber a ligação do gatinho que havia conhecido. 
Outra cena foi a do ataque ao carro da Mônica (ex-namorada do Isaac), pois no livro a Hazel fica do lado de dentro do carro, já no filme ela sai e ainda por cima o Augustus ameaça a mãe da Mônica de uma maneira diferente da do livro porém até mais engraçada, usando o humor negro referindo-se ao problema de cada um deles.
E a cena pré-viagem na qual o Augustus chega de limusine na casa da Hazel, o que deu a ele um ar charmoso e engraçado, só que isso se tornou bem diferente do livro, mas até melhor para o momento do filme, só que no livro é a mãe da Hazel que busca ele em casa junto com a filha e elas se surpreendem ao ouvir gritos e choros vindo da casa dele, pois pra quem leu já sabe que o Gus tinha um motivo pra ir, mas também teria pra ficar, só que tudo o que ele queria era poder ter um controle sobre seu corpo. 



Gostinho de Quero Mais (Cenas Emocionantes)


Eu poderia citar diversas cenas, mas vou mostrar elas em imagens e citar apenas uma na qual a Hazel encontra o Gus num posto de gasolina de madrugada, em meio ao seu próprio vômito, todo desesperado, pois ele só queria  fazer algo sozinho, mas já estava no declínio da sua doença :'(

                                                                                                                                   

O Fim e Minha Conclusão Final


Ai gente sair do cinema foi difícil, porque foi uma expectativa de tantos meses que eu queria poder eternizar esse momento, mas enfim, é difícil o que dizer do final do livro e do filme, foram lindos, sem igual. Pra mim A Culpa é das Estrelas se tornou o filme do ano, e eu simplesmente amei e me emocionei a achei a adaptação excelente, melhor impossível e mesmo com alguns ajustes do fim do filme em relação ao livro, foi surpreendente e tão emocionante quanto, ouvir a carta que o Augustus deixou para a Hazel através do Peter (o elogio fúnebre dela) na voz do Augustus, com cenas dos dois foi tudo, simplesmente emocionante. Não tenho como escolher entre o filme ou o livro, impossível, fico com os dois, dando 5 estrelas e favoritando muito. 

                       

Confira a minha resenha do livro clicando aqui



You Might Also Like

0 comentários

Twitter

Google+

Estou Lendo